Seja Associado

Por que filiar-se ao Sindicato?

O Sindicato é o agrupamento estável de várias pessoas de uma profissão, que convencionam colocar, por meio de uma organização interna, suas atividades e parte de seus recursos em comum, para assegurar a defesa e a representação da respectiva profissão, com vistas a melhorar suas condições de vida e trabalho.

O Sindicato possui um fim permanente, buscando a defesa dos interesses dos próprios associados e os da própria profissão. Constitui uma representação legal constitucional (artigo 8°, inciso III, da CF) de todos os membros da profissão para a qual foram constituídos e que, conforme infere-se do artigo 513 da CLT, possuem como prerrogativas, dentre outras, a de celebrar convenções coletivas ou acordos coletivos com empregadores, também o Sindicato dos empregados assegurara a defesa e representação dessa profissão para melhorar as suas condições de trabalho. E mais, atenua a inferioridade da condição econômica e coloca o empregado em plano de igualdade com o empregador para a ação e negociação coletivas.

Por isso, o trabalhador deve saber a importância da filiação, como instrumento de garantias de direitos e melhoria nas condições de trabalho.

Os empregados vêem na figura do empregador uma fonte de maus tratos ou de ameaça e que, para piorar as coisas, esta é considerada também por ele como um poder socialmente distante. Por conseguinte, a intervenção do Sindicato potencializa sua possibilidade de êxito nas reivindicações de melhores condições de trabalho, outro motivo é a participação na medida em que através das assembléias, os empregados conseguem influir nas decisões, consagrando uma idéia de democracia e eliminando as barreiras hierárquicas encontradas nas empresas.

Também o que aduz o trabalhador é que em razão da dificuldade de reconhecimento pelo trabalho prestado nas empresas, os trabalhadores buscam serem reconhecidos através da sua militância no Sindicato, e o outro motivo é a hora do acerto de contas que busca no Sindicato um forte aliado.

Os trabalhadores filiados se tornam representantes dos trabalhadores que  encontram no Sindicato uma tribuna de expressão pessoal que não teriam de outro modo.

A sobrevivência do Sindicato não depende só da receptividade que ele inspira na sociedade. O Sindicato existe essencialmente porque cumpre uma função protetora, social e defensiva do interesse dos trabalhadores, ou seus representados.

A sua sobrevivência depende em boa parte de essa função ser percebida como necessária pelos trabalhadores, assim como de ser bem executada pelo Sindicato. Isso significa dizer que os trabalhadores vêem na figura do Sindicato uma forma de fortalecimento perante o poder dominante das empresas, de forma que pretendem fazer valer seus direitos por intermédio desses líderes sindicais, que irão prontamente reivindicar os anseios da categoria.

O papel do Sindicato e a importância da filiação

Muitos trabalhadores ainda têm dúvidas em relação a atuação do movimento sindical e pra que serve.

Alguns trabalhadores perguntam, por exemplo, “Por que o trabalhador deve contribuir com o Sindicato?”, é um questionamento decorrente de todas as categorias. Bom, a função primordial de todos os Sindicato é defender os interesses e direitos das respectivas categorias. É o Sindicato uma importante ferramenta para os trabalhadores buscarem valorização, reconhecimento e, anualmente, a manutenção dos direitos conquistados e ganhos salariais reais.

O Sindicato fica cada vez mais forte quando tem mais filiados. Do contrário,  o trabalhador lutando sozinho, a trajetória na conquista de direitos e benefícios é mais difícil, já que enfrenta diversos problemas e injustiças do setor patronal. De forma coletiva, os trabalhadores tem muito mais  força do que individualmente. Quando o trabalhador filia-se ao Sindicato, ajuda a entidade sindical crescer, ter mais representatividade, mais voz e mais força.

Além disso, o associado tem direito a diversos benefícios e parcerias firmadas pelo Sindicato, que também são possíveis apenas com a filiação dos trabalhadores.

Agora, nossa principal luta será na Campanha Salarial 2019 que tem como data-base o dia 1º de março. Nossas negociações começam dentro de alguns dias! Neste período, é de extrema importância a filiação e participação de vocês em todas as etapas de negociações, como na Assembleia Geral, em que definiremos nossas principais reivindicações deste ano.

Contamos com o apoio, a união e a força de todos os comerciários da base para continuarmos avançando!

Alguns bons motivos para se sindicalizar

Apesar de não ser obrigatória, a sindicalização é um direito do trabalhador e um verdadeiro exercício de cidadania. Os Sindicatos são os legítimos representantes dos trabalhadores junto aos empregadores e sindicalizar-se significa participar de ações que valorizam o ofício de cada trabalhador. É lutar para manter direitos já conquistados e para ampliá-los.

Cada um dos avanços alcançados pelos trabalhadores foram fruto de intensa mobilização coletiva. Foi dessa maneira que os sindicatos fizeram história e trouxeram para o mundo do trabalho muitas das principais conquistas que hoje são benefícios dos trabalhadores, como o vale-refeição, o vale-transporte, o decimo terceiro salário, a jornada específica e a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), entre tantos outros.

Mas, para que um Sindicato seja forte e tenha mais poder, é necessário que um número crescente de trabalhadores sejam sindicalizados, assumindo também o papel de sustentar e apoiar essa luta. A união no Sindicato torna a luta coesa e mais fácil. Cada trabalhador é o elo de uma corrente construída fraternalmente, segundo interesses comuns.

Veja abaixo algumas boas razões para se sindicalizar:

  • Os Sindicatos lutam por condições dignas de trabalho e pela ampliação do mercado de trabalho;
  • Os Sindicatos negociam as reivindicações das categorias junto aos empregadores públicos e privados e lutam, na esfera do poder público, pela aprovação de projetos de lei que beneficiem a classe trabalhadora;
  • O trabalhador sindicalizado tem direito garantido de assistência jurídica, seja individual ou coletiva, com advogados de direitos trabalhista, criminal e cível;
  • Para implantar o banco de horas, a empresa privada ou estatal tem, por força da Convenção Coletiva negociada pelos Sindicatos, que se submeter às regras instituídas para proteger os direitos dos trabalhadores;
  • Quando o trabalhador é sindicalizado ele não terá descontada a Contribuição Assistencial, que é decidida em Assembléia;
  • O trabalhador sindicalizado tem direito a descontos em diversas instituições de ensino, lazer, esporte, saúde e outras, com as quais o seu Sindicato tenha convênio;
  • O sindicato negocia duramente para que o trabalhador tenha os melhores reajustes sobre o salário, tíquete e todas as outras cláusulas que envolvam valores monetários;
  • De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, só o Sindicato da categoria profissional, pode negociar e assinar a PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Para se sindicalizar, procure o Sindicato da categoria profissional e marque uma visita ou solicite o formulário de adesão em nosso website.